Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Matança do Porco - Fotos enviadas por Manuel Reduto

Terça-feira, 07.12.10

Todos quiseram ajudar

 

O Homem e o porco

 

 

Bem haja senhor Manuel Reduto pelo momento de convívio

 

O moinho recuperado

 

A facada fatal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Marmeleiro às 14:34

Talefe (Marco Geodésico) com neve

Segunda-feira, 06.12.10

Talefe (Marco Geodésico) do Marmeleiro, na zona da Lapinha. Uma vista única para a Serra da Estrela

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Marmeleiro às 16:36

Neve no Marmeleiro

Segunda-feira, 06.12.10

Na última semana a neve deu um colorido diferente ao Marmeleiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Marmeleiro às 11:32

Matança do Porco

Segunda-feira, 06.12.10

Nos dias 4 e 5 de Dezembro houve matança do porco, no Centro de Dia do Marmeleiro.

O Manuel Reduto voltou a oferecer o porco. O nosso bem haja.

(mais fotos dentro de alguns dias)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Marmeleiro às 11:27

Neve na Guarda

Sexta-feira, 03.12.10

Sé da Guarda

 

Jardim José de Lemos

 

Rua da Guarda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Marmeleiro às 17:02

Novena da Imaculada Conceição

Sexta-feira, 03.12.10

Está a decorrer, na Igreja Paroquial do Marmeleiro, até 8 de Dezembro, a Novena da Imaculada Conceição.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Marmeleiro às 15:59

Matança do Porco

Sexta-feira, 03.12.10

A matança do porco foi adiada para a parte da tarde de 4 de Dezembro, sábado.

Quem quiser participar pode aparecer no Centro de Dia, a partir das 14.30 horas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Marmeleiro às 15:23

Morreu a senhora Ernestina Cameira

Quinta-feira, 02.12.10

Faleceu esta tarde (2 de Dezembro), no Hospital da Guarda, a senhora Ernestina da Conceição Cameira.

O funeral está marcado para sábado, 4 de Dezembro, às 11.00 horas, na Igreja Paroquial do Marmeleiro.

O Marmeleiro perde mais uma grande referência. Uma mulher simples mas sábia que sempre deixava transparecer uma fé inabalável.

Nasceu no dia 15 der Dezembro de 1921.

Num pequeno caderno do fio da memória que escrevi e foi editado pela Câmara Municipal da Guarda, em Abril de 2006, dou a conhecer esta mulher de um coração imenso e de uma bondade sem fim.

Na hora da partida, o meu apreço e respeito a uma mulher que me ensinou as orações do povo. Algumas delas estão transcritas  no caderno que tem por nome "Encomendação das Almas e outras Orações de Ernestina Cameira".

Bem haja Ti Ernestina.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Marmeleiro às 23:26


Pág. 2/2