Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Monumento de homenagem aos Combatentes do Ultramar

Quinta-feira, 17.03.11

 

A Guarda vai prestar uma homenagem aos Combatentes do Ultramar, com a construção de um monumento, no Jardim José de Lemos, próximo de um memorial já ali existente, da autoria do arquitecto António Saraiva.

O projecto, que envolve o Núcleo da Guarda da Liga dos Combatentes, o Governo Civil, a Câmara Municipal e as Juntas de Freguesia do concelho da Guarda, só será concretizado com o apoio da população, daí que tenha sido criada uma conta na Caixa Geral de Depósitos (com o NIB 0035 0360 00080723430 68) para receber o contributo solidário de todos os interessados.

O monumento, que custará cerca de 40 mil euros, permitirá “perpetuar a memória de todos aqueles que estiveram no Ultramar”, como referiu o vice-presidente da Câmara, Virgílio Bento, na cerimónia de apresentação do projecto.

Já o arquitecto António Saraiva explicou que o monumento, de linhas modernas, “é constituído por três muretos representando cada um os actuais três países onde na altura combateram homens oriundos deste concelho: Angola, Guiné e Moçambique”. Os muretos terão uma placa em bronze, onde serão referenciados os nomes dos soldados naturais do concelho da Guarda “que aí tombaram”, referiu. No monumento também será gravada a frase: “Um homem só morre quando deixar de ser lembrado”.

 

Também do Marmeleiro, houve jovens que estiveram no Ultramar a combater. Dois deles perderam a vida.

Esta será uma homenagem justa.

Os que estiveram no Ultramar podiam mandar os nomes para serem aqui publicados.

Seria a nossa homangem a tão bravos herois.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Marmeleiro às 11:42


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.